Clipping de notícias

Programa auxilia no combate ao desperdício de medicamentos
Publicado 25 outubro, 2019
Fonte: Jornal de Negócios

 

 

Heitor Costa considera que “o acesso ao medicamento não é igual para todos, não é equitativo, tanto em termos regionais no país como em relação a outros países, numa espécie de dupla desigualdade”.

“O valor em saúde e a indústria farmacêutica são almas gémeas”, considera Heitor Costa, diretor executivo da Apifarma. Sublinha que todos os estudos mundiais e portugueses “demonstram que o grande contributo para a obtenção dos resultados em saúde em Portugal e no mundo está nos medicamentos e no diagnóstico precoce. Têm permitido a diminuição da mortalidade e da morbilidade, e a melhoria da qualidade de vida dos doentes.”

A indústria farmacêutica está habituada a demonstrar o valor, até porque vive, em muitas situações, num regime monopsónio, com apenas um comprador. “Demonstramos desde o desenvolvimento, através dos ensaios clínicos, até ao valor que resulta da terapêutica dos novos medicamentos e a sua mais-valia económica”, considera Heitor Costa.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário